Notícias

  • 28jun
    Procedimentos estéticos não cirúrgicos
    Dr. Daniel Bacco Vilela

    O paciente pode se beneficiar de um tratamento complementar a sua cirurgia por meio de alguns procedimentos não cirúrgicos, conhecidos como procedimentos ancilares.


    Eles auxiliam um melhor resultado, e muitas vezes podem ser indicados isoladamente, sem a necessidade de cirurgia.

    A aplicação de Toxina Botulínica é um procedimento médico que tem indicação bastante aceitável para o auxílio no rejuvenescimento facial. Tem como objetivo mais comum, entre outros usos, o tratamento das rugas de expressão da face, principalmente do terço superior (“pés de galinha”, rugas da testa e da glabela). Várias vezes a aplicação da toxina representa a indicação isolada para tratamento do paciente, não necessitando de cirurgias ou procedimentos mais invasivos. Atua na paralisação reversiva de determinados grupos musculares selecionados da mímica da face, resultando na melhora das rugas tanto estáticas como dinâmicas, e numa melhor qualidade e tonus da cutis. Está indicado tanto para mulheres como para homens, e obtêm-se ótimos resultados com esta técnica. Também pode ser utilizado, além do terço superior, para tratamento estético do pescoço e dos lábios, para casos de paralisia facial e para casos de hiperidrose axilar e palmar (excesso de sudorese nessas regiões).

    Os Preenchedores são substâncias que, utilizadas por meio de aplicação médica, encontram boa indicação para pacientes que desejam uma melhora no contorno e nos acidentes de relevo da face, como sulcos e rugas profundas. O Ácido Hialurônico é um preenchedor bastante seguro utilizado para tratamento de sulcos pronunciados, como o “bigode chinês” e outras rugas ou depressões. Também pode ser utilizado como volumizador de áreas como as “maçãs” do rosto, conferindo melhor projeção para a região. Ainda está indicado para melhora de contorno, como nos lábios, e para atenuar as finas rugas peri-bucais. Nas pálpebras, pode ser utilizado para preenchimento dos sulcos naso-palpebrais e área deprimida da órbita inferior, bem como a atenuação de alguns casos de “olheiras”.

    Os Peelings químicos são aplicados para a decapagem da camada superficial da pele da face ou de outras regiões do corpo. Há vários tipos de peelings químicos, com a possibilidade do uso de várias substâncias e diversas concentrações de ácidos, dependendo do resultado procurado e da profundidade atingida desejada. São indicados para melhora da qualidade da pele da face, tratamento de cicatrizes superficiais (como cicatrizes de acne), algumas manchas na pele e também algumas rugas superficiais. Resultam em rejuvenescimento facial e melhora do aspecto da pele.