Mastoplastia de aumento

  • A cirurgia de implante de próteses de silicone nas mamas é a segunda cirurgia plástica mais realizada no Brasil. Bastante segura e com resultados muito satisfatórios, está indicada para pacientes que desejam aumentar o tamanho das mamas.

    Há 3 vias de acesso possíveis, com cicatriz resultante conforme a área indicada: no sulco inframamário, na região periareolar ou na axila.

    Há 3 principais formatos de próteses: redonda, anatômica (ou em “gota”) e cônica. A decisão do formato depende de cada caso e do desejo da paciente.

    Há 3 planos anatômicos possíveis para a colocação das próteses, e tal decisão depende de cada caso: sub-glandular (atrás da glândula mamária, na frente do músculo), sub-muscular (atrás do músculo peitoral maior) ou sub-fascial (sob a fáscia do músculo peitoral maior).

    O volume dos implantes é definido em consulta junto com a paciente e depende do tamanho do tórax e da base da mama. A anestesia para esta cirurgia normalmente é a anestesia geral ou a peridural com sedação.

    Há necessidade de uso de soutien de malha elástica específico para pós-operatório durante cerca de 2 meses. Recomendam-se repouso de membros superiores e afastamento de atividades de trabalho por 2 semanas, bem como suspensão de atividades físicas por 1 a 2 meses.

Você sabia?

Para se tornar cirurgião plástico, o médico deve, além dos 6 anos de graduação em medicina...

Saiba mais