Correção de Ginecomastia

  • A ginecomastia é o crescimento das mamas nos homens. Pode envolver o crescimento do parênquima mamário (glândula mamária e estroma), do tecido adiposo (gordura mamária) ou de ambos.

    Existem diversas causas para esta alteração, como obesidade, crescimento anormal relacionado à puberdade, uso de hormônios (esteróides), uso de algumas medicações, uso de canabis, tumores de testículo e tumores de mama. Antes de qualquer conduta, é necessário investigação da causa do problema para tratamento adequado.

    O tratamento cirúrgico envolve a remoção do excesso de parênquima mamário por via aberta, com retirada do excesso de pele, com cicatriz resultante na região periareolar ou cicatrizes maiores em casos mais avançados. Quando há excesso de gordura causando a ginecomastia, está indicada a lipoaspiração como forma de tratamento cirúrgico.

    A anestesia para esta cirurgia normalmente é a anestesia geral, a anestesia local com sedação ou a peridural com sedação.

    É necessário uso de colete de malha elástica por 1 a 2 meses no pós-operatório. Se houver lipoaspiração, também se indica drenagem linfática no pós-operatório. Recomendam-se afastamento de atividades de trabalho por 1 a 2 semanas e repouso para exercícios físicos por 1 a 2 meses.

Você sabia?

Para se tornar cirurgião plástico, o médico deve, além dos 6 anos de graduação em medicina...

Saiba mais